sexta-feira, 29 de abril de 2016

O Ladrão de Raios

Olá Rockers,
O assunto de hoje é o primeiro livro da série "Percy Jackson e os Olimpianos".
Ontem eu postei sobre a série inteira e nos próximos dias vou postar sobre cada livro individualmente.
O primeiro livro da série chama-se "O Ladrão de Raios". Esse livro é a introdução ao universo mitológico de Percy Jackson e logo no começo você já percebe que a vida ali não é fácil.




Autor: Rick Riordan
Editora: Intrínseca
Ano: 2006
Nota: 10/10




"Olhe, eu não queria ser um meio-sangue.
 Se você está lendo isto porque acha que pode ser um , meu conselho é o seguinte: feche este livro agora mesmo. Acredite em qualquer mentira que sua mãe ou seu pai lhe contou sobre seu nascimento, e tente levar uma vida normal.
 Ser meio-sangue é perigoso. É assustador. Na maioria das vezes, acaba com a gente de um jeito penoso e detestável.
 Se você é uma criança normal, que está lendo isto porque acha que é ficção, ótimo. Continue lendo Eu o invejo por ser capaz de acreditar que nada disso aconteceu. Mas, se você se reconhecer nestas páginas - se sentir alguma coisa emocionante lá dentro - pare de ler imediatamente. Você pode ser um de nós. E uma vez que fica sabendo disso, é apenas uma questão de tempo antes que eles também sintam isso, e venham atrás de você.
Não diga que eu não avisei"

O começo do livro mostra a vida de Percy antes de se descobrir um semideus.
Um garoto de 12 anos, com TDAH e dislexia que não parava em nenhuma escola e estava sempre metido de confusão.
E obviamente não demora muito para ele se meter em mais uma.
Logo ali, já começamos a perceber que as situações as quais ele passa não são as mais normais. E comecei a ficar intrigada enquanto ele tenta descobrir que diabos acontece na vida dele.
Depois de alguns capítulos conhecemos o "Acampamento Meio-Sangue", o refugio dos semideuses.
E ali aparecem novos personagens como Annabeth, Clarisse e Luke.
E ali descobrimos o porque de toda a confusão. O raio de Zeus, o deus dos céus, foi roubado  o principal suspeito é Percy. Por isso todos os tipos de criaturas místicas estão atrás dele.
Não demora muito para mais uma confusão ocorrer e logo sabemos quem é o pai de Percy, Poseidon, o deus dos mares, terremotos e cavalos.
E Percy parte em sua primeira (de muita) jornada. Ele é acompanhado por seus futuros fiéis companheiros, Annabeth e Grover e obviamente a partir dali a aventura e confusão rolam soltas.
Depois de um tempo, e de muito caminho andado, monstros derrotados e encontros com deuses, descobrimos que essa historia vai muito além de apenas um raio roubado e sim para seculos e séculos de brigas milenares e rixas infindáveis.
Como qualquer outro livro de Riordan (ou tio Rick para os íntimos), esse livro acaba de um jeito desesperador pelo próximo.
Bom, acho que por hoje é só.
Se alguém lembrar de alguma parte que esqueci, por favor me digam.
Bjs e bye Rockers.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Continue lendo

Follow by Email