quarta-feira, 7 de março de 2018

Travelers - Resenha

Hello Rockers,
O post de hoje é sobre a última série que eu descobri, Travelers!
"Centenas de anos no futuro, os humanos sobreviventes descobrem como enviar a consciência humana de volta no tempo, para dentro de pessoas que vivem no século XXI. Esses viajantes assumem as vidas de outras pessoas, enquanto tentam salvar a humanidade de um futuro terrível"
Fonte: Adoro Cinema
Essa série mistura praticamente todos os gêneros, é uma série policial, é uma série ten, é uma série si-fi, cada personagem traz uma face da humanidade.
Os humanos do futuro que são enviados, chegam em seus "hospedeiros" segundos antes de suas mortes. O primeiro hospedeiro é Marcy, uma moça com necessidades especiais, seu cérebro não é totalmente desenvolvido. Segundos antes de sua morte, espancada por uma gangue, a consciência da viajante 3569 foi transferida, dolorosamente para seu corpo.
O mesmo acontece com seus colegas, Philip estava prestes a morrer de overdose, porém segundos antes de se injetar, a consciência do viajante 3326 é transferida.
Trevor está no meio de uma luta, a qual obviamente vai perder. Depois de um nocaute, de novo, segundos antes, dolorosamente o viajante 0115 chega ao séc XXI.
Então, Carly está em casa, preparando o leite do seu bebê de 1 ano, quando seu marido chega bêbado de novo em casa.
Ela reluta em o deixar entrar, mas no fim cede. Porém logo o marido começa a se irritar e bate nela.
Na versão original do evento, Carly seria assassinada pelo marido, porém segundos antes dela pegar a arma que a mataria, a viajante 3465 chega e expulsa o homem.
O ultimo Traveler desse time é o agente do FBI, Grant MacLaren, que ao investigar os outros Travelers, quase cai em poço de elevador, porém segundos antes, o viajante 3468 chega ao século XXI e se une ao resto do seu time.
Eles se comunicam pela deep web, e toda equipe tem um líder (McLaren), um médico (Marcy), um estrategista (Carly), um historiador (Philip) e um engenheiro(Trevor).
Essas equipes que estão espalhadas pelo mundo recebem missões do Diretor, uma inteligencia artificial que comanda a população no futuro.
Essas missões, algumas pequenas, algumas grandes, são planejadas para mudar o futuro e impedir a extinção da raça humana.
Porém há coisas que nem o diretor conseguiu prever. Ele se baseia em redes sociais, noticias divulgadas, mas nem tudo é divulgado, como por exemplo, que Philip era viciado em heroína ou que Marcy tinha problemas de desenvolvimento no cérebro, o que causa crises de epilepsia.
A série lida com vários perfis diferentes, pois tem personagens que normalmente não se relacionariam em uma série normal, ou até mesmo na vida real.
Um adolescente, astro do futebol, delinquente e que faz bullying na escola, não se relacionaria com uma mulher que tem um namorado abusivo, que ela não pode denunciar, já que ele policial, então ela não tem como se proteger, nem proteger seu filho, nenhum dos dois seriam amigos de um universitário viciado, nem de uma moça com necessidades especiais ou um agente do FBI.
Porém nessa série, todas essas realidades se misturam, além de vermos como esses viajantes vão lidar com as novas vidas que eles receberam, sendo que eles não tem nenhuma memoria da vida do hospedeiro e tem que manter essa vida, como se nada tivesse acontecido.
Pra qualquer pessoa isso seria uma tarefa difícil, manter e continuar relacionamentos com pessoas que você nunca viu antes e não sabe nada, a não ser o nome.
Além de tudo isso a série fala também da moral, sendo do futuro, o que você pode ou não pode mudar, se você sabe desastres que vão ocorrer, impedir ou não? Fazer o que se acha certo ou não?Escolher seguir a moral ou as missões?
A série é extremamente interessante e recomendo a qualquer um que goste de ficção científica.
A nota que dou é 8,0.
Por hoje é só!
Bjs e bye Rockers!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Continue lendo

Follow by Email